sábado, 30 de janeiro de 2016

#EuLi: Eu estive Aqui, Gayle Forman

Oi, pessoal! Como vocês vão? Tudo certinho? 

Mais uma resenha, YAY! Eu sei que já deve ter percebido que eu adoro, mais ainda livros, mas eu não me canso de fazer esses tipos de posts, sério, são os meus favoritos (#culpada). Mas, de qualquer forma, hoje eu venho falar de um especial que até apareceu em uma das minhas whislist de lançamentos do mês! O livro causou um pequeno buchicho também HAHA. 

Quem ai ouviu falar de Eu Estive Aqui

Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... 
Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? 
A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. 
Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida. 
Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível. 
"Eu estive aqui é a mais perfeita mescla de mistério, tragédia e romance. Gayle Forman dá ao leitor um retrato sincero da coragem necessária para continuar vivendo após uma perda devastadora. " 
Stephen Chbosky, autor de As vantagens de ser invisível 

A leitura me acompanhou em uma viagem de Campinas a São Paulo e mais algumas horinhas em casa depois. Mas o livro em si me acompanha até hoje! Aliás, maldita seja Gayle Forman porque ela vem se tornando, sem dúvidas, minha autora predileta porque esse é efeito dela: fazer livros rápido mas impossíveis de esquecer! 

Como dito, o livro é rápido e, aparentemente, leve apesar do tema. A questão é Cody é uma protagonista decidida e uma narradora nada cansativa, então a leitura flui. O mais importante é que a história prende, apesar de demorar alguns capítulos para entrar no clima e no ritmo, assim que acontece vai numa só, entendem? 

Em meio a narração, a gente se encontra em uma divisão de mares para ambas as personagens: Meg, que se matou e sua melhor amiga, Cody, que tenta entender tal situação. Mas as duas estão deixando de serem adolescentes e se tornando adultas, assumindo as responsabilidades e caindo com os pés no mundo por aí. E isso que chama muito atenção! Por que apesar de falarem que os adolescentes vivem a flor da pele, esse livro me mostrou que os adultos estão ta mesma dependendo do assunto. 

Além disso, apesar da Cody ser bem direta, ela está em um momento difícil. Pensem só, vocês perderem sua melhor amiga do dia para noite, ser convidada para ir buscar as coisas dela no campus da faculdade e dar de cara com uma vida que pensava que ela jamais viveria. Não é fácil e isso fica bem claro nas confusões de um turbilhão de emoções de Cody. 

Mas temos Ben! Ah, Ben (lê-se aquele emoji de cara safadinha HAHA). A princípio, ele parece ser ruim e não vai durar muito na história. Mas aí, rola aquele clichê básico do cara que pega todas se amolecendo para uma especial e, melhor, ele se abre. Ele é como nós, ele teve erro nos passados e ele está disposto a uma nova vida. Já deu para perceber que é impossível não se apaixonar por ele, né? Mas detalhe, aqueles que irão ler, preparem para sentir raiva dele e de Cody 99% do tempo. Mas prometo que as últimas páginas amolecem nosso coração também haha. 

O livro mostra a qualquer um que é impossível conhecer alguém 100%. Ou até metade disso, não dá. Nem nossa família, nossos amores e nossos melhores amigos. O melhor de tudo é que a própria Cody nos ensina que a gente não conhece nem ao menos nós mesmos. 

Por issoooo, a leitura é indispensável! Totalmente recomendo e juro que uma tarde esses personagens mudarão sua vida como mudaram a minha! Na verdade, Gayle Forman muda qualquer um <3 E sabem do que mais? Os direitos já foram vendidos então vai ter filme SIM! Mal posso esperar hehe. 

Espero muito que tenham gostado e não se esqueçam de me contarem o que acharam nos comentários, ficarei bem felizzz.

Grande Beijo, 
Ana :)

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Descobertas musicais da semana

Oie gente, tudo bem com vocês?

Fazia bastante tempo que não fazia um post assim, mas hoje (24) fuçando pelo Spotify, andei descobrindo umas músicas e pensei em vir mostrá-las pra vocês :)



Ouçam pelo Spotify:

É isso, gente! Espero muito que tenham gostado.

Beijos, Nath! :)

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Tendência: blusa com fenda

Oie gente, tudo bem com vocês?

Alguém aí já ouviu falar sobre as blusas com fenda? Pois é, isso existe!

Parece um vestidão, mas não exatamente. Dá uma olhada:


Váááários jeitos de usar essa tendência, né?

Achei incrível!

Espero que vocês tenham gostado. Ah, boa volta às aulas, pessoal! Boa sorte para nós.

Beijos, Nath! :)

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Vale a pena ver: SUITS!

Oi gente! Tudo bom?

Vem aqui aquela que já voltou na escola (primeiro dia hojee) e já sente falta da férias, mas, como contei, estava com saudades do pessoal. E vocês? Quais as novidades? Espero que esteja tudo certinho! 

Bemmm, eu estava enrolando já há algum tempinho para vir falar desse seriado que enrolei ainda mais para começar haha. Na verdade, eu o conheço há muito tempo mas só tomei coragem para assistir agora nas férias! Alguém vê Suits?

Mike Ross (Patrick J. Adams) é um garoto que abandonou a faculdade de direito mas, brilhante como é, consegue uma entrevista com o respeitado Harvey Specter (Gabriel Macht), um dos melhores advogados de Manhattan. Quando percebe o talento nato e a memória fotográfica do garoto, Harvey o contrata e, juntos, eles formam uma dupla imbatível. Mesmo sendo um gênio, Mike ainda tem muito a aprender sobre o Direito. E mesmo sendo um advogado tão competende, Harvey irá aprender com sua nova dupla a ver seus clientes de outra maneira. 

Eu já conhecia o Patrick J. Adams há um tempinho porque, quem é fã ou acompanha o cast de Pretty Little Liars saberá, ele é noivo da Troian Bellisario, que interpreta a Spencer de PLL. E, de verdade, ele é lindo, né? HAHA. 

O seriado começou lá em 2011 e a primeira temporada tem apenas 12 episódios. Hoje, o programa já está no quinto ano e com os quatro primeiros disponíveis no Netflix. E, sinceramente, ele merecer ser acompanhado com muito carinhooo! 

Mike é exatamente o que a sinopse conta: inteligente e sensível. Porém, com sua vontade enorme de ser um bom advogado e fazer a diferença na vida das pessoas, ele não desiste fácil e é isso que conquista Harvey, o melhor dos melhores e, a princípio, sem sentimentos a não ser por si mesmo e, que está a procura de um novo "eu" para a grande firma de advocacia de Nova York. Juntos, eles tem que esconder o segredo que Mike não cursou a faculdade e tem de vencerem qualquer um no tribunal para manterem a imagem. 

Gente, é sensacional! Eu confesso que eu me perco um pouco nos casos diferentes de cada episódio porque, por ser uma série jovem adulta e, tecnicamente, todos os personagem já serem adultos e formandos, não há muita pausa para o que é o que, mas, nem por isso, deixa de ser tão incrível. 

O mais incrível é que, assim, depois a gente pega o ritmo e é simplesmente impossível não se apaixonar por cada personagem. Além de que, apesar de todo episódio o caso mudar, eles também tem os dramas internos que dão continuidade. Como a questão de Mike, romance, desenvolvimento dos protagonistas e até os perrengues do dia a dia no trabalho HAHA. 

Resumindo, tem que ver! Principalmente aqueles que se interessam por Direito (eu!) e gostam de assuntos do mesmo tipo. Mas se não for o caso, não se preocupe, a série vai fazer você gostar hahaha. 

Me contem nos comentários se já conheciam ou se descobriram uma nova série bem legal nos últimos tempos! Adorarei saber <3 E espero muito que tenham gostadooo

Beijos, 
Ana :) 


segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Como posso doar meu cabelo?

Oie gente, tudo bem com vocês? Como vai o domingo? Aqui em SP, o dia está bem nublado. (Eu amo dias assim! <3)

Bom, esse ano eu impus-me algumas metas, entre elas, deixar meu cabelo crescer ainda mais, para futuramente, cortá-lo e doá-lo! :)


Assim como eu, muitas pessoas têm essa vontade, mas ainda restam muitas dúvidas sobre o assunto. Então, por todas nós, que ainda estamos hesitantes, eu vim fazer esse post.

Qual o tamanho ideal para doar?
Bom, o tamanho ideal pode variar. Mas, geralmente, as instituições aceitam no mínimo 10 ou 15 centímetros de cabelo. 

Mas e se meu cabelo tiver química?
No problemo. Qualquer tipo de cabelo está apto a ser doado, com química ou não.

Como devo cortar?
Nesse ponto, você já deve ter decidido o quanto quer cortar. Aí, você amarra o seu cabelo na altura desejada, bem preso, e corte um dedo acima do elástico. Assim, não há risco do cabelo cair no chão e fios serem perdidos.

Como enviar?
Agora, já com alguns centímetros a menos de cabelo, você deve colocar a sua doação (com o elástico) em um plástico lacrado, envelopar e enviá-lo pelo correio. 
Também há a opção de entregar o cabelo diretamente a instituição, basta saber o endereço. 

Para que instituição mandar?
Tem várias opções de instituições! A mais famosa, ao menos foi a que eu mais ouvi falar, é a ONG Cabelegria, mas devido ao excesso de doações, eles não estão mais aceitando, por enquanto.



É isso gente, espero ter tirado as dúvidas de vocês! :)

Até mais. Beijos, Nath!

domingo, 24 de janeiro de 2016

4 dicas para ter uma pele saudável ☼

Oi gente! Tudo bem por aí?

Adivinhem quem já está no esquema escola-casa-escola novamente? Nós! Pois é, mordomia acabou mas nem por isso o blog deixa de estar em movimento, certo? 

De qualquer jeito, estou enrolando para vir falar sobre tratamento com a pele há algum tempinho. Sei que o ideal seria passar essas dicas em meio as férias, mas aí tem muito sol, muito protetor solar e preguiça, então vamos aproveitar o ritmo acelerado para cuidar da nossa cara de pão? HAHA! 

1) Água maior companheira: Isso vai parecer clichê e encheção de saco e clichê e chato e clichê HAHA, masss é a melhor e mais importante dica de todas! Sério, eu sou a prova viva que há pessoas no mundo que detestam água mas, de verdade, é necessário e faz um bem danado, pessoal! Eu tenho 1,75 de altura e, para mim, o ideal seria tomar no mínimo cinco dessas garrafinhas ai por dia! Imaginem só! Mas o meu ponto é o seguinte precisamos beber água. Para uma boa pele, para um bom cabelo, para melhor disposição e para uma vida saudável também :)

2) Lave, Lave e Lave: Lavar o rosto é muito importante também e vem me ajudando muito a combater cravos e espinhas. Dá uma super preguiça, no inverno então nem se fala, mas é quase sagrado que a gente reserve cinco minutos a noite e de manhã, pelo menos, para tirar todas as impurezas do rosto (olha só, pareço até dermatologista hahaha). E tem uma coisa que eu aprendi recentemente é que, depois de passarmos um sabonete para nosso tipo de pele específico, a gente não pode ir direto e enxugar com força, pelo contrário, devemos passar a toalha bem de leve para não fazer estragos hehe. 

3) Sabonete + Protetor Solar: O primeiro item faz jus a dica de cima que é sempre lavar o rosto que possível e com um produto que seja para sua pele e não seja agressivo. Mas outra coisa é o uso de protetor solar. Eu sou daquelas que nunca passa e sente a maior preguiça mas, pessoal, se a gente parasse para ver com quantas manchas ficamos no rosto por isso, sério, teríamos estoque de protetor em casa. Então, fundamental se proteger do sol com um protetor bem básico e fraquinho mesmo. 

4) Use os produtos certos: Acreditem que se a gente errar nessa parte, mesmo que seja pouca diferença de fórmulas e nomes, a tendência é nossa pele piorar? A gente precisa ter a certeza se temos pele seca, oleosa ou mista porque senão iremos nos afundar ainda mais! Outra coisa, apesar disso, é tentar não abusar muito de cremes e receitas milagrosas, isso pode piorar a situação (ficar mais seca ou mais oleosa, dependendo do que se quer alcançar.). Ou seja, procurar um especialista nessas horas ou mesmo ver com um farmacêutico é uma boa! 

A dica 1 e a 2 são as mais importantes, hein? Venho fazendo desde o início de Janeiro e ando bem mais contente com meu rosto! Espero muito que tenham gostado, não se esqueçam de me contarem o que acharam do post e quais as dicas de vocês...

Beijos, 
Ana :) 

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Nas Telonas: Guia de Estreias da Semana!

Oi gente! Como vocês estão? Tudo ótimo por aí? 

Aqui tudo em cima! Tirando a parte que, em São Paulo, tivemos as quatro estações do ano em uma semana e meus últimos dias de férias estão chegando ao fim. Mas, fora isso, tudo sobre controle. Mais ainda porque esse semana o cinema bombou na minha opinião e, claro, eu tive que vim mostrar para vocês aquela seleção de filmes que todo mundo precisa conferir! Vamos ver? 

1) Joy: O nome do Sucesso:
Criativa desde a infância, Joy Mangano (Jennifer Lawrence) entrou na vida adulta conciliando a jornada de mãe solteira com a de inventora e tanto fez que tornou-se uma das empreendedoras de maior sucesso dos Estados Unidos.

2) Irmãs:
As irmãs Maura Ellis (Amy Poehler) e Kate Ellis (Tina Fey) sempre foram muito diferentes: enquanto a primeira é conhecida por ser responsável e ajudar os outros, a segunda é especialista em perder empregos e namorados, o que deixa a sua filha adolescente furiosa. Quando as duas descobrem que a casa da infância será vendida pelos pais, elas decidem dar uma última festa, e aproveitar tudo que não puderam fazer no local quando eram mais novas.

3)Body:
Um cético investigador de polícia (Janusz Gajos) e sua filha (Justyna Suwala), que sofre de bulimia, lidam, cada um a sua maneira, com a morte de um ente querido. Quando eles entram em contato com a traumatizada terapeuta Anna (Maja Ostaszewska), são forçados a mudar suas opiniões sobre vida e morte.

4) Cinco Graças:
No início do verão em um vilarejo turco, Lale e suas 4 irmãs brincam de forma debochada com os meninos, o que acarreta em um escândalo de consequências muito fortes: a casa delas se torna praticamente uma prisão, elas aprendem a limpar ao invés de ir para a escola e seus casamentos começam a ser arranjados. As cinco não deixam de desejar a liberdade, e tentam resistir aos limites que lhes são impostos.

5) Invasores:
De origem boliviana, mas moradora de São Paulo, Claudia tem um grande sonho: ingressar na faculdade de música da USP. Já que não possui nenhum instrumento musical em casa, contará com a ajuda de seu namorado e de sua persistência.

6) Reza a Lenda:
Ara (Cauã Reymond) é um homem de poucas palavras, mas muita determinação. Ele vive em uma terra devastada e sem lei que espera ansiosamente por uma espécie de messias que devolva a justiça e a liberdade, usurpadas pelo cruel Tenório (Humberto Martins). Auxiliado por sua gangue de motoqueiros armados, o rapaz irá lutar contra o universo ao seu redor e seus próprios dramas - como os ciúmes de sua mulher, Severina (Sophie Charlotte).

7) A Quinta Onda:
A Terra repentinamente sofre uma série de ataques alienígenas. Na primeira onda de ataques, um pulso eletromagnético retira a eletricidade do planeta. Na segunda onda, um tsunami gigantesco mata 40% da população. Na terceira onda, os pássaros passam a transmitir um vírus que mata 97% das pessoas que resistiram aos ataques anteriores. Na quarta onda, os próprios alienígenas se infiltram entre os humanos restantes, espalhando a dúvida entre todos. Com a proximidade cada vez maior da quinta onda, que promete exterminar de vez a raça humana, a adolescente Cassie Sullivan (Chloe Grace Moretz) precisa proteger seu irmão mais novo e descobrir em quem pode confiar.

8) Coração de Cachorro:
Como reagir à perda de uma pessoa ou um animal querido? Como uma perda pode afetar toda a nação? De que maneira isso afeta a nossa visão de mundo? A diretora Laurie Anderson reflete sobre a morte a partir de temas pessoais, como o falecimento de sua cadela, e temas mais amplos, como os atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos.

9) O Novíssimo Testamento: 
Deus (Benoît Poelvoorde) está vivo, mora em Bruxelas e é um senhor rabugento e malvado com uma filha de 10 anos de idade. Cansada da natureza abusiva do pai, a menina invade o computador dele e envia para todos os habitantes do planeta as datas de suas respectivas mortes, ação que gera consequências inimagináveis.

Se lembram que eu disse que esse ano o cinema ia bombar né? E já começou mais do que bem! O que vocês estão ansiosos para ver? Não se esqueçam de me contar.

Espero muito que tenham gostado, super beijooo,
Ana :) 

Top 5: Snapchats favoritos

Oie gente, tudo bem com vocês?

No post de hoje eu vim falar sobre as pessoas que eu mais gosto de acompanhar lá pelo Snapchat! Aplicativo que vocês com certeza conhecem, certo?

(A lista não está em ordem)

Selena Gomez
Eu adoro a Selena e quando fiquei sabendo que ela tinha criado um Snap, na hora fui adicionar! Infelizmente, ela não aparece muito por lá e é bem pouco ativa :( 

Kylie Jenner
Kylie fez o Snapchat virar hit entre as celebridades desde que divulgou sua conta. Ela é viciada na rede social e compartilha seu dia-a-dia por lá!

Gigi Hadid
A modelo Gigi Hadid também cedeu aos encantos do Snap e sempre publica selfies e fotos lindas por lá, mostra a vida de modelo e, de vez em quando, até mesmo grava o namorado: Zayn Malik

Bella Hadid
Gigi tem uma irmã mais nova, também modelo e viciada em Snapchat! Bella não é musa fitness, hahaha, mesmo que a imagem a faça parecer. Na verdade, pelo Snap ela sempre posta foto das pizzas que tanto adora e sempre grava vídeos mega fofos! 

Ana Carolina Alves
Por último, mas não menos importante, temos a Carol! Pra quem não conhece, a Carol é a "dona" do Fashion Sandwich, um dos meus blogs favoritos, e foi justamente ela quem me inspirou a fazer esse post
Eu também adoro os Snaps dela, por onde ela mostra seu dia-a-dia, seus looks e suas viagens - agora mesmo, ela está esquiando em Aspen. Finíssima! Hahaha. 

É isso, gente. 
Espero muito que tenham gostado!

Beijos, Nath :)

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

#EuLi: O Começo de Tudo, Robyn Schneider

Oi gente! Tudo bom?

YAY! Resenha de livro <3 Adoro, pode? Já estou enrolando há um tempinho para falar desse novo querido que já li há quase um mês mas que mereceu, desde a primeira página, post aqui no blog! 

Vamos conhecer essa belezuraaa?
 Ok, Ok, antes de mostrar a sinopse, comecemos por essa capa. ESSA CAPA LINDA! Eu confesso que eu comprei o livro, inicialmente lá na Bienal do Rio, por causa dela. Amo parques de diversão, amo a estrutura da montanha-russa e achei que as cores, aiiii, cairam tão bem. Enfim HAHA vamos ao que interessa. 


O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.

Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz.
Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios?
O Começo de Tudo é um livro poético, inteligente e de cortar o coração sobre a dificuldade de ser o que as pessoas esperam, e sobre começos que podem nascer de finais trágicos.


Eu preciso dizer que, com exceção da capa, eu não dava nada para o livro, mas, assim, nada mesmo. Eu pensei que seria mais um simples clichê e que em uma tarde eu leria e, no dia seguinte, o livro ia parar na bagunça do meu quarto, sem importância nenhuma. E, uau haha, como a gente se engana! 

De fato, eu li em uma tarde mas, muito diferente do que pensei, eu acabei e fiquei acho que meia hora chocada com o final. Ele, no início, parece clichê ao extremo. Sendo sincera, eu pensei que estava lendo uma versão 2.0 de A Extraordinária Garota Chamada Estrela. 

Só que a Robyn Schneider tem algo de especial. Eu normalmente paro minhas leituras porque já não suporto o personagem-narrador, quando é o caso. Mas, dessa vez, eu juro, o Ezra é especial. De inicio, ele parece o típico galã de Hollywood entende? Literalmente, o menino de ouro que sofreu um acidente, virou coitado e teve que apelar para a mesa dos "perdedores". 

Diferente de todos os livros, seriados e filmes que tratam de pessoas parecidas, o Ezra tem um enorme destaque da própria vida. A tragédia que aconteceu com ele, na verdade, o fez começar a viver, finalmente. Por que sabem de uma coisa? Ele, na verdade, pertence aquela mesa de perdedores e ai que o livro tem seu diferencial. 

E ainda temos Cassidy <3 Uma mistura de Alasca, John Green; Estrela, Jerry Spinelli; e de qualquer garota, nós!, com um passado meio turbulento. Mas ela é incrível, apesar de insegura, ela mantém a cabeça erguida e mesmo com coisas tristes na vida, ela dá um jeito de continuar e continuar e continuar :) 

Como eu disse, a príncipio, você não dá nada ao livro. As primeiras 100 páginas são nada demais, mas então temos o romance, temos Toby que é um personagem extremamente fácil de se apegar, como os outros, e temos a lição de que, desde jovens, há grandes altos e baixos. E o tempo todo! 

Melhor Quote do Livro que levarei para sempre comigo <3 "eu sei que eu passei muito tempo existindo, e agora, eu pretendo viver."

Eu preciso dizer que o final também arranca muitas lágrimas. Apesar de fácil, a princípio leve e satisfatório, é aquele tipo de leitura que vai te fazer pensar por algum tempinho. Ezra é um personagem cativante e mais do que interessante. 

O livro é lindo, sensível e especial, como puderam notar <3 E por issoooo, merece cinco estrelas sim! E claro, a leitura de todos vocês! 

Espero muito que tenham gostado e me contem tudo nos comentários, hehe

Grande beijos, 
Ana :)

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Planner: Seja organizada em 2016!

Oie gente, tudo bem?

Já há algum tempo tenho percebido que uma nova "onda" vem surgindo: os planners.


Já vi muitas blogueiras falando sobre esses "planejadores" e claro, eu tinha que vir falar sobre eles também.

Bom, duas das minhas metas para esse ano é de 1. me sair muito bem na escola e 2. me dedicar bastante ao blog! Ok, mas como conciliar as duas coisas e ter sucesso em ambas? É nisso que o planner vai me ajudar.


O melhor de tudo é que, depois dessa moda começar, muitas boas almas hahaha têm disponibilizado planners de graça, na web!

Então, aqui vão alguns links para quem se interessar:






É isso, pessoal. Espero que tenham gostado e que a dica possa ter sido útil! 

Beijos, Nath! :)

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Conheça: Acacia Brinley

Oi, pessoal. Como vocês estão?

Tudo bom por aí? Comigo, tudo ótimo! Uau, fazia já um tempinho que eu não vinha fazer esse tipo aqui no blog, não é? De verdade, ele é um dos meus favoritos! E acho que já estava enrolando bastante para fazer esse em especial. 

Bom, se você participa de algum fandom ou é ligada em internet já ouviu falar da Acacia Brinley. Mas se não, calminha ai haha eu juro que é legal. E se sim, você já a conhece, me dê uma chance de mostrar alguém muita fofa <3 Vamos lá? 

Acacia Brinley Clark, 18 anos, nasceu no estado de Massachusetts e, atualmente, vive em Los Angeles. Conhecida já há muito tempo por desde criança ter um canal no Youtube, Acacia já causou muitoooo na internet. 

Lá para meados de 2012, essa menina linda que já foi loira, morena, ruiva e com todas as mexas possíveis no cabelo, criou grande fama na internet através de seu tumblr pessoal. Mais tarde, Acacia começou a namorar vloggers e deixou vazar "sem querer" fotos de sutiã. Mas, incrivelmente, no twitter, há alguns dias, ela de fato confessou que fez propositalmente isso para conseguir mais olhos nas redes sociais e, de fato, conseguiu. 

A questão é que, depois de sair com muitos integrantes de bandas, bagunçar a vida de fãs e tentar criar a própria banda há três anos (ficou conhecida como Watercolor), hoje, agora haha, ela é um amor. Além de ser fanática por Star Wars, ela é adorável com os dois gatos e o cachorro que têm, já mora sozinha, tem um namorado maravilhoso e ainda faz uso no canal de vlogs e comportamento no Youtube. 

Sem contar que tem muito estilo e muita facilidade para tutoriais de maquiagem! 
Se vocês quiserem, o instagram e o twiiter dela é @acaciabrinley. O canal de vlog que ela possui com o namorado é este e o pessoal é aqui

O que eu acho mais incrível da parte dela é que ela já foi alvo de muitas críticas e muitos xingamentos, como muitas outras pessoas. Mas ela é muito jovem ainda e, agora, sempre ajuda no possível pessoas com inseguranças, medos e que já erraram muito (como todos nós! haha). E ela é linda, né? Merece follow com certeza HAHA. 

Espero que tenham gostado! 
Beijocas, 
Ana :) 

domingo, 17 de janeiro de 2016

Inspiração: Looks para festivais

Oie gente, tudo bem com vocês?

Bom, primeiro, desculpem-me pelo meu breve sumiço! Eu estava na praia, aproveitando o restinho das férias.
Aliás, quando voltam as aulas de vocês? Para nós, será dia 26. #choremos


Enfim, há poucos dias, a lista de atrações do famosérrimo festival de música Coachella, foi divulgada! E, como já todos sabemos, o festival é parada obrigatória das celebridades, principalmente as mais fashion, que vão passar o seu final de semana na cidade californiana não apenas curtindo a boa música, mas provando seu bom gosto e estilo, também.

Além disso, o Lollapalooza Brasil, que acontecerá em São Paulo, está cada vez mais próximo: o festival rola nos dia 12 e 13 de março.

Por isso, nada mais justo do que vir dar um help para você - que está pensando em ir curtir tanto a boa música, quanto a moda dos festivais. Pronta para decidir seu look?


É isso mesmo: festival é lugar de ousar! Vale usar estampa hiper-mega colorida e até mesmo ir combinando com as amigas, sim. Se joga! :)


Parece que as coroas de flores nunca realmente saem da moda, né? Ao menos, não quando se trata de festivais de música. Outros acessórios também muito comuns são os chapéus e os lenços!


Outra peça queridinha entre as amantes de festival é o cropped top. Esse nunca sai de moda mesmo, né?


É isso, gente. Espero muuuito que vocês tenham gostado e, denovo, mil desculpas pela minha falta de posts! Mesmo com a volta à escola, prometo que vou me esforçar ao máximo para manter o blog o mais atualizado possível :)

Beijos, Nath! 

sábado, 16 de janeiro de 2016

One Republic: Merece o play, o replay e tudo o mais ♡

Oi, pessoal! Como vocês estão? 

As férias, para mim, já estão acabando então isso é sinônimo de muitas e muitas lágrimas. Mas, não é por nada, eu meio que estou com saudades da rotina acelerada da escola. Acho que me acostumei tanto a não parar para respirar direito que, agora, nesses últimos dias, ando mais do que no tédio. 

De qualquer forma, como já é de se esperar e imaginar, não paro de ouvir música um minuto! E dessa vez, o verão 2016 foi marcado por uma banda que já é muito especial para mim mas só me conquistou agora HAHA. É engraçado isso, né? As vezes a gente conhece as músicas dos caras mas nunca para para, de fato, escutá-los, entendem? 

De qualquer forma, everything that kills me makes me feel alive?

Acho muito difícil ninguém nunca ter ouvido os sucessos dessa banda incrível como Apologize, Couting Stars, If I Love Myself ou Love Runs Out. Acontece que, na verdade, esses lindos merecem que todos no mundo inteiro escutem tudo que eles cantarem, se possível até o que cantam no chuveiro HAHAHA. 

A OneRepublic é uma banda americana de Pop Rock que começou no estado do Colorado. Eles tiveram inicio lá em 2002 e ganharam muito reconhecimento através do site de relacionamento MySpace. Apesar da fama online, o primeiro álbum só veio aos ares em novembro de 2007, mas devido ao talento dos cinco rapazes, o CD chegou ao TOP 200 da Billboard. 


Além do primeiro álbum, Dreaming Out Loud, ter ganhado disco de platina em mais de quatro países, eles ganharam indicação a um Grammy por Apologize, na versão remix do cantor Timberland. OLHA QUE DEMAIS! hahaha. 

Hoje em dia eles possuem três álbuns e em um EP, de quando estiveram em 2014 no London Session. Eles são apenas demais, resumindo tudo hahaha. Vieram para cá o ano passado e se arrependimento matasse, eu seria a prova! haha. Fiz uma pequena playlist deles no Spotify porque vocês tem de ouvir aquelas músicas que, infelizmente, não são tocadas na rádio :/ Mas espero muito que gostem! 


Sabem o melhor? Andei ouvindo algumas coisas ao vivo deles e eles são tão incríveis quanto! Ou seja, não tem como não gostar <3 

Me contem nos comentários o que acharam, espero que tenham curtido quanto eu tenho curtido haha. 
Grande beijo, 
Ana :) 

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Nas Telonas: Guia de Estreias da Semana!

Oi, pessoal! Como vocês estão? Tudo certinho por aí?

Acho que vocês já devem ter percebido por vários lugares (e trailers!) que 2016 será o ano que o cinema vai falir todo mundo! HAHAHA mas até que isso não é lá muita mentira levando em conta todas os filmes que serão lançados e que já prometem! Espero muito conseguir vir falar sobre todos eles! 

Mas de qualquer forma vamos conferir quais foram as estreias dessa semana e quais belezinhas podemos curtir na companhia de muita pipoca?

1 - Vai que Dá Certo 2:

Como os primeiros planos de enriquecer não deram certo, Rodrigo (Danton Mello), Tonico (Felipe Abib) e Amaral (Fábio Porchat) ainda precisam de dinheiro. Eles encontram um vídeo com cenas comprometedoras de Elói (Vladimir Brichta), e tentam chantageá-lo, mas os planos não funcionam como planejado. Até porque uma prima nada confiável (Verônica Debom) e uma dupla de policiais corruptos também está interessada em faturar com essa história.

2 - O Bom Dinossauro:

Os dinossauros foram extintos após a colisão de um gigantesco asteróide com o planeta Terra. E se este evento não tivesse ocorrido? O filme parte desta premissa para trazer a história de dinossauros que ainda hoje controlam o planeta. E mostra a amizade de Arlo, um dinossauro adolescente, com um jovem menino humano, Spot.

3 - Os Oito Odiados:
Durante uma nevasca, o carrasco John Ruth (Kurt Russell) está transportando uma prisioneira, a famosa Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh), que ele espera trocar por grande quantia de dinheiro. No caminho, os viajantes aceitam transportar o caçador de recompensas Marquis Warren (Samuel L. Jackson), que está de olho em outro tesouro, e o xerife Chris Mannix (Walton Goggins), prestes a ser empossado em sua cidade. Como as condições climáticas pioram, eles buscam abrigo no Armazém da Minnie, onde quatro outros desconhecidos estão abrigados. Aos poucos, os oito viajantes no local começam a descobrir os segredos sangrentos uns dos outros, levando a um inevitável confronto entre eles.

4 - Spotlight - Segredos Revelados:
Baseado em uma história real, o drama mostra um grupo de jornalistas em Boston que reúne milhares de documentos capazes de provar diversos casos de abuso de crianças, causados por padres católicos. Durante anos, líderes religiosos ocultaram o caso transferindo os padres de região, ao invés de puni-los pelo caso.

5- Steve Jobs:
Três momentos importantes da vida do inventor, empresário e magnata Steve Jobs: os bastidores do lançamento do computador Macintosh, em 1984; da empresa NeXT, doze anos depois e do iPod, no ano de 2001.

6- Relacionamento à Francesa:
Florence (Marina Foïs) e Vicent Leroy (Laurent Lafitte) são um casal bem-sucedido. Eles têm três filhos e ótimos empregos. Tudo corre bem, até que ambos recebem propostas de promoção. Com a turbulência e o caos da vida em conjunto, eles decidem se separar, mas nenhum deles quer ficar com a guarda dos filhos.

7 - Carol: 
A jovem Therese Belivet (Rooney Mara) tem um emprego entediante na seção de brinquedos de uma loja de departamentos. Um dia, ela conhece a elegante Carol Aird (Cate Blanchett), uma cliente que busca um presente de Natal para a sua filha. Carol, que está se divorciando de Harge (Kyle Chandler), também não está contente com a sua vida. As duas se aproximam cada vez mais e, quando Harge a impede de passar o Natal com a filha, Carol convida Therese a fazer uma viagem pelos Estados Unidos.

8 - A Grande Aposta:

Michael Burry (Christian Bale) é o dono de uma empresa de médio porte, que decide investir muito dinheiro do fundo que coordena ao apostar que o sistema imobiliário nos Estados Unidos irá quebrar em breve. Tal decisão gera complicações junto aos investidores, já que nunca antes alguém havia apostado contra o sistema e levado vantagem. Ao saber destes investimentos, o corretor Jared Vennett (Ryan Gosling) percebe a oportunidade e passa a oferecê-la a seus clientes. Um deles é Mark Baum (Steve Carell), o dono de uma corretora que enfrenta problemas pessoais desde que seu irmão se suicidou. Paralelamente, dois iniciantes na Bolsa de Valores percebem que podem ganhar muito dinheiro ao apostar na crise imobiliária e, para tanto, pedem ajuda a um guru de Wall Street, Ben Rickert (Brad Pitt), que vive recluso.

9 - Snoppy E Charlie Brown:
Próximo das férias de inverno, a vida de Charlie Brown e sua turma sofre uma mudança com a chegada na cidade de uma garotinha da cabelo vermelho. Brown logo se encanta pela jovem e tenta lutar contra sua timidez e sua baixa autoestima para falar com ela. Ao mesmo tempo, Snoopy encontra uma máquina de escrever e começa a imaginar uma história pra lá de fantasiosa e heróica.

10 - Creed: Nascido para Lutar:
Adonis Johnson (Michael B. Jordan) nunca conheceu o pai, Apollo Creed, que faleceu antes de seu nascimento. Ainda assim, a luta está em seu sangue e ele decide entrar no mundo das competições profissionais de boxe. Após muito insistir, Adonis consegue convencer Rocky Balboa (Sylvester Stallone) a ser seu treinador e, enquanto um luta pela glória, o outro luta pela vida.

Gente! Quanta coisa! O cinema realmente está bombando <3 Vale lembrar que muitos desses filmes foram indicados através dos atores participantes a Globo de Ouro, a premiação que teve no último domingo e foi linda! Enfim, por receberem tal prêmio renomado, eles merecem ainda mais atenção!

Espero que tenham gostado, super beijo a todos,
Ana :) 

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Minha playlist de verão

Oi gente! Tudo bem? Como vão as férias de vocês?
As minhas estão ótimas! Nesse momento, estou na praia. Ops, esse post é programado! Hahaha :)


Então, nada mais justo do que postar as músicas que tenho ouvido nesse verão!


Espero muito que vocês gostem! E se tiverem alguma sugestão de músicas que não estejam nessa playlist, não deixem de me falar! 

Beijos, Nath :)

sábado, 9 de janeiro de 2016

#EuLi: Toda nudez será castigada, Nelson Rodrigues

Oi gente! Tudo bem?

Há muito tempo eu não faço um post de leituras, pois há muito tempo eu não estava lendo tanto quanto tenho lido nessas últimas semanas. Tentando levar as metas de ano novo para frente, sabem como é, né?


Bom, essa semana andei recuperando meu hábito de ler e tenho feito leituras muito boas. Hoje, vim falar de uma delas: "Toda nudez será castigada", de Nelson Rodrigues.

Eu sempre tive preconceito em ler peças, sempre pensei que não fosse conseguir gostar. Mas depois de tanto ouvir falar das obras do Nelson, através do canal da Bárbara Matsuda, o Letras de Batom, senti que precisava dar uma chance! Hahaha e olha, não me arrependi nem um pouco.

Foi uma leitura super rápida e dinâmica (?), eu diria. Esse foi, com certeza, o livro que eu li mais rápido em toda a minha vida! Tipo, em menos de 2 horas.


Se você pretende ler esse livro, só digo uma coisa: se prepare para um final muito chocante, hahaha.

É isso. Espero muito que tenham gostado! Pretendo trazer mais muitos posts desse tipo, se vocês curtirem e gostarem da ideia, claro :)

Beijos, Nath!

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Playlist Especial: Halsey

Oie genteeee, tudo bem com vocês? Como está o 2016 de vocês, até agora?


Alguns de vocês talvez se lembrem de quando eu falei sobre essa cantora, aqui no blog. Em um dos nossos posts de "Conheça", eu falei um pouquinho mais sobre a incrível Ashley Frangipane, mais conhecida como Halsey. Ela também já apareceu em várias de nossas playlists! Ok, em resumo, amamos ela! Hahaha

No post de hoje, eu decidi separar em uma playlist, as minhas músicas favoritas dela! YAY


Ah, e se você gostou do trabalho dela, tanto quanto nós gostamos, você tem a chance de a ver ao vivo esse ano, no Lollapalooza! Legal, né? 

É isso, gente. Espero muitoooo que tenham gostado da primeira "Playlist Especial" de 2016. 
E não esqueçam de deixar opiniões nos comentários :)

Beijos, Nath!

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Por que ter um diário?

Oi, gente! Tudo bem com vocês?


Tive inspiração para esse post do nada, e sério, por que eu nunca vim falar disso antes?

Há uns anos, eu e a Ana, vagando por algumas livrarias, nos encantamos pelas agendas e cadernos da marca italiana, Moleskine. Desde então, decidimos que iríamos, todo ano, manter diários! Eu tenho o meu, e ela tem o dela. 

E, bom, ano novo... diário novo. Então, eu estive pensando sobre. E, gente, escrever um diário só tem vantagens.

Principalmente nessa nossa fase da vida, acho que é muito legal e importante guardarmos os momentos em palavras, com nossas próprias palavras. Além de fotos (que também são incríveis!), daqui alguns anos, você também vai poder LER sobre a sua adolescência, sobre os seus melhores momentos - e os piores também. Relembrar cada risada, cada brincadeira, cada bronca que levou dos seus pais... Hahaha, tudo. 

Então, através desse post, eu decidi encorajar vocês a, nesse ano e nos próximos, manterem diários! E, ei, não tem problema se você não tiver coisas incríveeeis para escrever, sobre como você tem a melhor vida de todas, mas, simplesmente escreva os pequenos momentos de cada dia, as pequenas coisas que um dia você vá querer relembrar. :) Vamos aproveitar que o ano só está começando!

Ok, agora eu já espero ter te convencido. Precisando de inspiração? Quer "enfeitar" seu diário? No problem! 


Todos muito lindos, né? Lembrem-se sempre de guardar, por exemplo, ingressos de show, ou qualquer tipo de "souvenir" que você possa colar no seu diário! Você também pode desenhar, se preferir.

Ah, você também pode colocar "stickers" ou algum tipo de post-it para marcar os seus dias e momentos favoritos! Fica bem legal!

É isso, gente. Espero muuuuito que tenham gostado desse post, e que ele possa ter sido útil e ajudado vocês! :)

Beijosss, Nath!

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

#EuLi: Amor Amargo, Jennifer Brown

Oi gente! Tudo bom? Primeiro post de 2016, YAY!

Sei que acabei me atrasando neste post mas estou orgulhosa pelo primeiro ser sobre uma das minhas coisas preferidas: livros. Quem me conhece já até sabe, certo? Bem, primeiramente, eu queria dizer que espero muito que todos vocês tenham aproveitado o Ano Novo e, 2016, vêm que vêm! 

Hum... Eu não sei por onde começar, pessoal! Eu embarquei em uma semana de maratona literária (li seis desde segunda passada!) e quando cheguei ao dito cujo que será centro deste post, só consegui pensar em postar logo sobre ele e fazer uma resenha digna de tal leitura. Vamos ver? 


Último ano do colégio: a formatura da estudiosa Alex se aproxima, assim como a promessa feita com seus dois melhores amigos, Bethany e Zach, de viajarem até o Colorado, local para onde sua mãe estava indo quando morreu em um acidente. O Dia da Viagem se torna cada vez mais próximo, e tudo corre conforme o planejado. Até Cole aparecer.
Encantador, divertido, sensível, um astro dos esportes. Alex parece não acreditar que o garoto está ali, querendo se aproximar dela. Quando os dois iniciam um relacionamento, tudo parece caminhar às mil maravilhas, até que ela começa a conhecê-lo de verdade…
Em um retrato realista de um relacionamento conturbado, a autora Jennifer Brown – do sucesso A Lista Negra – nos leva até o limite de nossos sentimentos.

Vocês se lembram de quando eu fiz resenha de A Lista Negra? Clique aqui para ver. Lá, naquela altura do campeonato, eu já deveria ter percebido que quando o assunto é Jennifer Brown, não podemos começar a ler antes de uma preparação pesada psicológica. 

Amor Amargo, lançando em Agosto, em meio a Bienal do Livro, como mostra a sinopse, nos conta sobre um relacionamento abusivo e não digo apenas fisicamente. Como eu já sabia sobre isso, antes de iniciar tal leitura, eu fui preparada, por assim dizer HAHA. Tipo, eu estava com um pé atrás entendem? Eu sabia que não viveria no conto de fadas por muito tempo e, ainda bem, que sabia! 

Alex tem tudo para ser uma personagem-narradadora incrível, juro. Muito diferente da Valerie, de Lista Negra, ela, a princípio, não é cansativa, não é monótoma e ela aprecia a vida lá fora haha. Mas, então, BUM! Ela se torna pior que a Val. 

Em A Lista Negra estamos a todo tempo, a todo custo e a todo minuto, torcendo para que as coisas fiquem boas e se acertem para os personagens e aqueles ao redor. Em Amor Amargo, a Jennifer Brown é tão incrível que, nas 100 primeiras páginas, estamos torcendo pelo casal. Fala sério, pessoal, o Cole aparece no segundo capítulo e ele parece ter saído de um filme. Misterioso, intrigante, charmoso, educado e alguém que se importa, ele mexe não apenas com a Alex, que sofre com a família e com os problemas passados, mas conosco também! 


E, então, novamente, BUM! As coisas começam a acontecer, um pulso machucado, um puxão de cabelo, agressões verbais e a gente se vê em um pico, sério. O livro não tem uma constante, pelo contrário, ele começa a subir e subir e subir e a gente pensa "Meu deus, vai ter morte aí!". 

Com a Valerie, a gente perdoa. Apesar de ela ser parada e confusa, a gente não consegue odiá-la. Mas a Alex, nossa, a gente fica constantemente pensando que não faríamos igual, que se fosse nossa pele na situação seríamos seguras e procuraríamos ajuda. Mas, com Jennifer Brown e com a própria Alex, percebemos que não é assim porque, sem dar spoilers, a Alex pensa como nós. Ela abre o jogo para o leitor e mostra as vantagens e as desvantagens de abrir a boca, de gritar por socorro e por isso que, também, é impossível odiá-la já que, de uma maneira ou de outra, ela é uma versão de qualquer um que estivesse em um relacionamento abusivo. 

O livro é curto. Comecei ele hoje de manhã e terminei agora pouco. Nem por isso, ele deixa de ser denso. Pelo contrário, ele é bem pesado, com letra miúdas mas ele prende a atenção! A Jennifer Brown escreve de uma maneira muito certa e realista um assunto, considerado tabu, crítico e perigoso. 

Ele é leitura obrigatória, gente! S-É-R-I-O! Leiam primeiro a Lista Negra e depois Amor Amargo. De qualquer forma, eles se conversam. Superação, romances tensos, problemas familiares e insegurança há em excesso, por isso se prepare haha. 

E, claro, você vai ficar pensando no Cole, na Alex e em (lê-se lindo, incrível e maravilhoso) Zack por váriossss dias. 

Espero que tenham gostado e não se esqueçam de me falar o que acharam caso leiam ou tenham lido! 
Beijocas, 
Ana :)

Minhas séries do momento

Oie, gente! Tudo bem?

Como vão as férias de vocês? Bom, as minhas tem ido muito bem! 
Aproveitando esse maravilhoso período de descanso, eu tenho assistido séries - e muito. Querem saber quais as minhas favoritas do momento?


Freaks and Geeks

Já estava com vontade de ver esse seriado há um tempo, pois sempre via gifs dos personagens pelo Tumblr. Então, baixei o Popcorn Time e tenho amado assistí-la. 

É uma série de comédia dramática americana, exibida entre 1999 e 2000. Infelizmente, a série só durou uma única temporada, com 18 episódios :(

A série foi a responsável a lançar ao estrelato atores como James Franc, Seth Rogen e Jason Segel (How I Met Your Mother)
A trama gira em torno da adolescente Lindsay Weir (Linda Cardellini) e seu irmão Sam Weir (John Francis Daley) que frequentam o Liceu McKinley (McKinley High School) no início dos anos 80, nos subúrbios de Detroit, Michigan. Ao ser abalada pela morte da avó, Lindsay perde alguns hábitos e ganha novos fazendo novos amigos, vulgarmente freaks. Este novo estilo de vida de Lindsay traz conflitos às relações com os seus pais.
Os primeiros episódios da série, em especial, ilustram a transição da vida de Lindsay, como uma matematleta inata que tem como melhor amiga Millie Kentner (Sarah Hagan), amiga de personalidade semelhante, em uma adolescente que veste o casacão do exército do pai e sai com seus novos amigos politicamente incorretos e problemáticos. Parte significativa da trama da série consiste em seu relacionamento com seus novos amigos e a fricção que isso causa em seu relacionamento com os pais e sua própria imagem. De forma paralela, a série mostra o percurso de Sam e seus amigos geeks enquanto eles tentam se encaixar em um novo universo social.
Sinopse: Wikipedia



Game Of Thrones

A Ana sabe quanto tempo eu enrolei pra começar essa série, hahaha. Sério, desde a 1a temporada minha mãe é super viciada por Game Of Thrones, mas eu nunca tinha parado para assistir realmente.
Aí dia 31 eu decidi que tinha que começar antes do ano acabar, e desde então eu estou viciada! 
Eu duvido que vocês não conheçam a trama, mas:
A série de televisão segue as múltiplas histórias dos livros de A Song of Ice and Fire.  
Se passando nos Sete Reinos de Westeros, onde "verões duram décadas e os invernos uma vida inteira", Game of Thrones mostra as violentas lutas dinásticas entre as famílias nobres para ter o controle do Trono de Ferro de Westeros. Enquanto isso, nas regiões desconhecidas ao norte da Muralha e nos continentes ao leste, ameaças adicionais começam a surgir.
 Sinopse: Wikipedia

Pretty Little Liars

Essa série eu posso dizer que acompanho desde o começo! Adoro PLL desde o início e, atualmente, estou assistindo a 5a temporada pelo Popcorn Time.
Na pequena cidade de Rosewood, na Pensilvânia, as melhores amigas Spencer Hastings (Troian Bellisario), Aria Montgomery (Lucy Hale), Hanna Marin (Ashley Benson) e Emily Fields (Shay Mitchell) guardam complexos segredos. Alison (Sasha Pieterse), 5ª membra e líder do grupo, desapareceu há um ano e não deixou qualquer pista. As amigas recebem cartas misteriosas assinadas por uma letra e suspeitam que seja sua antiga companheira, mas a desconfiança que possuem em relação ao universo perverso no qual vivem provoca uma reflexão cada vez maior.
Sinopse: AdoroCinema

Grey's Anatomy

 Grey's <3 Muito amor por essa série!
Meredith Grey, filha da renomeada cirurgiã Ellis Grey, é selecionada como interna do Hospital Seattle Grace. Lá, conhece Cristina Yang, Izzie (Isobel) Stevens, George O' malley e Alex Karev também internos, e que virão a se tornar seus melhores amigos durante o período como interna. Entre as outras personagens, se encontram a Dr.ª Miranda Bailey, apelidada de "Nazista" por sua rigidez e dureza com os alunos; os cirurgiões Dr. Derek Shepherd (par romântico de Meredith) e o Dr. Preston Burke. Além deste, há o Dr. Richard Webber, cirurgião-chefe e administrador do hospital.
Sinopse: Wikipedia 

Esses são os seriados que eu tenho assistido! E vocês? Temos alguma série em comum? Haha

É isso, espero que tenham gostado! 

Beijosss, Nath :)